Instituto Inhotim voltará a receber o público

O Instituto Inhotim, em Brumadinho, é um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina (Divulgação)

O Instituto Inhotim, museu a céu aberto em Brumadinho, Belo Horizonte, vai voltar a receber o público.

As visitas foram suspensas no dia 18 de março por causa da pandemia da covid-19.

A data de retorno ainda será definida com base em avaliações de autoridades sanitárias e nos dados de evolução da doença.

Mas o que já está certo é que a reabertura do espaço vai seguir o protocolo preparado por uma consultoria especializada em infectologia, que foi contratada pelo Instituto para auxiliar na definição das estratégias de prevenção e controle do novo coronavírus.

De acordo com a direção do Inhotim, o instituto quer adotar medidas que garantam o retorno seguro das atividades aos visitantes, funcionários e moradores de Brumadinho.

Ainda de acordo com a instituição, a reabertura será com horários diferentes. Antes da pandemia, o funcionamento era de terça a domingo, mas quando reabrir será de sexta a domingo e nos feriados. Já os horários foram mantidos. Às sextas-feiras das 9h30 às 16h30 e até 17h30 nos outros dias.

Das 5 mil pessoas recebidas diariamente antes da pandemia, o limite de público será de 500, com ingressos obtidos on-line de forma antecipada. Não serão permitidas visitas em grupos no formato de excursões. As visitas educativas permanecem, mas com medidas de segurança, como a redução de 20 para 5 no número de participantes, uso de máscara e priorização de espaços abertos.

O instituto também informou que haverá controle rígido de higienização; monitoramento de possíveis focos de filas e aglomerações; disponibilização de álcool em gel 70% em todas as galerias; marcações no chão para a distância mínima de 1,80m entre pessoas; delimitação de lugares nos assentos; e sinalização de fluxo de pessoas.

Os carrinhos elétricos usados pelos visitantes para percorrer o parque serão oferecidos exclusivamente para locação. Com isso, fica suspenso o serviço de carrinhos por pontos, em que várias pessoas fazem uso ao mesmo tempo.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui