Investigação da Civil resulta no afastamento de 12 vereadores em Santa Barbara

Segundo Domiciano Monteiro, somente com esses contratos de aluguéis de veículos foram desviados mais de meio milhão de reais da Câmara Municipal

A investigações denominada de “Operação Apollo 13”, que culminou com a prisão de vários políticos e pessoas ligadas a eles na cidade de Santa Barbara, foi desencadeada pelo Delegado Titular Doutor Domiciano Ferreira Monteiro de Castro Neto e sua equipe de investigadores, que investigou o desvio de mais de meio milhão de reais.

Assim nesta sexta-feira, 29 de dezembro de 2017, a partir das 10h30 o Delegado estará no 1° Departamento de Polícia Civil, situado a Praça Rio Branco, no Centro de Belo Horizonte, para conceder coletiva a imprensa e falar sobre os inquérito e as prisões em virtude da conclusão das investigações originadas da Operação Apollo 13, realizada em julho deste ano pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e de nova representação do Delegado de Polícia responsável, sete vereadores foram afastados no último dia 19 das funções da Câmara Municipal de Santa Bárbara, além de ser expedido um novo mandado de prisão.

De acordo com a Policia Civil, cinco vereadores já estavam afastados, três destes presos, agora são 12 os vereadores afastados. Desta situação dez dos 11 vereadores titulares, além de dois suplentes.

Três vereadores dessa legislatura já haviam sido presos, inclusive o presidente do órgão, sendo, atualmente, quatro os parlamentares detidos em virtude de prisão preventiva. Além deles, dois ex-presidentes da Câmara Municipal também estão presos, além de ex-servidores e empresários da cidade.

Segundo Domiciano Monteiro, somente com esses contratos de aluguéis de veículos foram desviados mais de meio milhão de reais da Câmara Municipal. As apurações também demonstraram que os vereadores vinham recebendo, ao longo de vários anos, verbas de diárias, prestando falsas informações de viagens, em valores que superam milhares de reais. Outras investigações desmembradas, concluídas entre agosto e novembro, também indicaram vários outros crimes, como desvio de R$176.485,50 através do cinema do município, fraudes em licitações, dentre outros delitos. Ao todo, já ocorreram mais de cem indiciamentos nos seis Inquéritos Policiais, que foram concluídos referentes a crimes praticados na Câmara Municipal de Santa Bárbara.

Operação Apollo 13

Esse nome faz referência à frustrada missão espacial de comparecimento à lua, visto que laudos periciais no Inquérito demonstraram que os contratos de aluguéis de veículos para a Câmara Municipal eram suficientes para percorrer distância superior à distância da Terra à Lua.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui