Irmãs morrem em acidente de moto em Alvinópolis

Jovens bateram em caminhão que realizava manobra em local proibido

As irmãs Izabela Lucia Maia, 19 anos e Stefane Lucia Maia, 18 anos, morreram em acidente de moto na tarde do último sábado (7), na cidade de Alvinópolis. A tragédia chocou a cidade e os municípios vizinhos. Em rede social, centenas de amigos se despediram das duas com mensagens de pesar e solidariedade á família. Elas foram descritas como jovens educadas e alegres.

O acidente que culminou com a morte das jovens aconteceu por volta das 13h, no KM 42 da MG 123. Izabela pilotava uma moto Titan, quando bateu num caminhão.

O motorista do veículo de carga contou para a polícia que estava descarregando seu caminhão em um galpão às margens da rodovia e após deslocou para adentrar a estrada, observando o trânsito. Ele alegou que não viu veículos em nenhum sentido e executou a manobra de conversão. Ao tomar parte da pista de rolamento, o motorista teria avistado a motocicleta seguindo sentido Alvinópolis e ao ver que iria colidir em seu veículo, tentou acelerar o caminhão.No entanto, não conseguiu evitar a colisão.

As duas irmãs bateram na lateral esquerda do caminhão, próximo à roda traseira, atingindo a proteção lateral e arrancando o para barro traseiro.As vitimas caíram próximas ao veículo e os capacetes foram arremessados para longe. No local não havia marcas de frenagem da motocicleta. Com a batida, o motorista saiu do veículo para pedir socorro. A Polícia Militar e uma equipe de resgate foram chamadas, mas ao chegarem ao local as jovens já estavam mortas.

O motorista precisou ser retirado pela PM do local do acidente para evitar ações de violência contra ele, já que havia uma aglomeração de pessoas com ânimos exaltados no lugar. A perícia técnica foi acionada, liberando os corpos para a funerária Minas Pax que providenciou a remoção das vítimas para o IML de João Monlevade. A documentação dos veículos e condutores estava regular e eles foram liberados.

Segundo a Polícia Militar, a conversão realizada pelo motorista do caminhão ocorreu em local proibido pela sinalização. Foi lavrado o auto de infração nº AC00631982 que será enviado ao DER/MG via ofício. O condutor realizou o teste de etilômetro e o resultado foi negativo.

O motorista do caminhão foi preso em flagrante por homicídio culposo na direção de veículo automotor tipificado no artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro, sendo conduzido para a delegacia de plantão de João Monlevade para demais providências.

Publicidade

3 COMENTÁRIOS

  1. Vi tudo de perto paramos pra ajudar a menina que pilotava a moto vimos falecer a outra estava se contorcendo foi a coisa mais triste que presenciei e nao poder fazer nada aquele motorista nogento repetia que elas eram culpadas mentira ele fes a conversao no meio da pista assumindo o risco de matar louco eras eram jovems e pilotava em velocidade normal meu filho olhou o tacografo da moto tinha parado em 60 velocidade permitida pra uma via de transito rapido tirou a vida delas duvido que vai pagar . Meu filho e outras pessoas poucas quase niguem ainda tinha chegado no locau se juntaram para parar pegar matos coneis o que achesse pela frente pra nao tet mais risco de novos acidentes a policia demorou a chegar nao tinha socorro na cidade para um acidente grave daquele porte presenciei a anbulancia pquena nao pode atender porque nao tinha paramedicos nem macas vi a anbulancia,voltar para o hospital local a maca que conseguiran nem permitia que a porta fexache numca vi tanta falta de preparo . Deve ser por causa da demora que a irma que ainda estava viva nao conseguil . Que deus conforte seus familuares .

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui