Itabira anuncia Festival de Inverno em formato on-line

Nandy Xavier e artistas itabiranos se apresentaram no Festival do ano passado - Gustavo Linhares

A superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Martha Mousinho, e a vice-prefeita de Itabira, Dalma Barcelos, anunciaram em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (13), a data de realização do 46º Festival de Inverno de Itabira: 11 a 20 de setembro. Com o tema “Sou Minas Gerais”, que homenageia os 300 anos do nosso estado, o evento será em formato on-line devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Para isso, serão realizadas transmissões ao vivo e exibições de vídeos pelo canal da FCCDA no YouTube. As lives e gravações acontecerão em três espaços culturais de Itabira: Casa de Drummond, Fazenda do Pontal e Teatro da FCCDA, representando, assim, a tradição artística da nossa cidade.

Estão previstos para este ano dois shows com artistas conhecidos nacionalmente, dez shows com artistas locais, dez oficinas, cinco palestras, dois bate-papos, duas contações de histórias, um teatro adulto e um teatro infantil. A programação completa será divulgada em breve pelo hotsitewww.fccda.com.br/festivaldeinverno.

Realizado pela Prefeitura Municipal de Itabira e FCCDA, o 46º Festival de Inverno de Itabira custará R$ 150 mil e tem patrocínio exclusivo da Vale. O evento, ainda, conta com apoio da Origami Propaganda.

Melhoras estruturais

Durante a coletiva de imprensa de lançamento do 46º Festival de Inverno de Itabira, Martha Mousinho e Dalma Barcelos também fizeram um balanço das obras de melhoria realizadas nos últimos anos na sede e nos espaços culturais da FCCDA.

Em parceria com o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Itabira (Comphai) e um investimento de R$ 95 mil, a Casa de Drummond passou por reformas no telhado, reparos nos forros internos e nos pisos, manutenção das redes elétrica e hidráulica e recebeu nova pintura.

Com um investimento total de R$ 139.895,00, o Teatro da FCCDA teve as suas poltronas e a central de ar condicionado reformados. Também passou por reparos estruturais e higienização do carpete, além de trocar as cortinas do palco e receber nova pintura. O Foyer também recebeu manutenção em seu piso a um custo de R$ 30.295,62.

O Memorial Carlos Drummond de Andrade, em uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, também está sendo reformado. A Casa do Brás, que abriga a Escola Livre de Música de Itabira (ELMI), também está recebendo manutenções em sua estrutura —mais uma ação em conjunto com o Comphai.

Outra estrutura cultural que também recebeu atenção foi a Biblioteca Municipal Luiz Camillo de Oliveira Netto. Nela foram realizadas as seguintes intervenções: troca do piso, reforma do telhado, reestruturação da infraestrutura de rede, pintura e reforma de prateleiras, impermeabilização na laje e pilar, revitalização da rede elétrica, pintura geral, compra de mobiliários, computadores, mesa de iluminação, além de novos livros para o acervo. O custo total foi de R$ 285.096,80.

“Itabira estava com várias estruturas e espaços culturais precisando de reparos. Mas nós chegamos ao último ano de gestão com a sensação de dever cumprido. Sabemos que ainda há muito por se fazer, mas diante do que estava posto e do que entregamos, agora temos a certeza de ter feito o que era necessário”, avaliou Dalma Barcelos.

Outras informações pelo site www.fccda.com.br ou pelo telefone (31) 3835-2102.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui