Itabira iniciou na segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe causada pelo vírus Influenza. A infecção viral aguda afeta o sistema respiratório e é altamente transmissível. Com a imunização, evita-se o agravamento da doença, a necessidade de hospitalização e o risco de óbito, principalmente neste período em que o sistema de saúde está sobrecarregado devido à Covid-19. Até o momento, Itabira recebeu 3.100 doses da vacina contra a Influenza.

A campanha ocorre em todo o país e será dividida em três etapas. De 12 de abril a 10 de maio, serão vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde (neste primeiro momento, devido à quantidade de doses disponíveis, serão vacinados aqueles que estão na linha de frente). De 11 de maio a 8 de junho, será a vez dos idosos acima de 60 anos e professores das escolas públicas e privadas.

Entre 9 de junho e 9 de julho, serão vacinadas pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens que estão sob medidas socioeducativas.

Para evitar aglomerações, o atendimento será feito nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF) mediante agendamento por telefone. Na data marcada, é necessário levar carteira de identidade, cartão SUS e cartão de vacinação. Os trabalhadores de saúde também deverão apresentar a carteira do conselho profissional e o comprovante de que estão vinculados aos estabelecimentos de saúde.

Dúvidas

Como as campanhas contra a gripe e a Covid-19 acontecem simultaneamente, surgem algumas dúvidas quanto às imunizações. Confira alguns esclarecimentos:

– se a pessoa fizer parte do grupo prioritário nas duas campanhas, será priorizada a vacinação contra a Covid-19;

– quem tomou alguma dose do imunizante contra a Covid-19 deverá aguardar, no mínimo, 14 dias para receber a vacina contra a gripe;

– se a pessoa teve Covid-19, deve esperar um mês para receber a vacina contra a gripe;

– aqueles que tiverem sido vacinados contra Influenza devem ser considerados como inaptos temporariamente para doação de sangue, pelo período de 48 horas após a vacinação;

– quem estiver com sintomas gripais deve adiar a vacinação contra a Influenza, evitando-se o risco de contaminar outras pessoas.

Outras dúvidas sobre a campanha de imunização contra a gripe podem ser esclarecidas pelos telefones 3839-2608 e 3839-2289, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui