João Monlevade investiga uma morte por suspeita de dengue

A dengue pode se assemelhar a uma gripe forte, mas há quadros que podem levar a óbito

A Vigilância Epidemiológica de João Monlevade investiga uma morte com suspeita para dengue. O paciente era uma mulher, que morreu neste domingo, dia 7 de junho. É esperado laudo de exame elaborado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, conforme  informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

Caso confirmada a dengue, essa será a primeira morte pela doença este ano na cidade. No ano passado, João Monlevade registrou um óbito por conta da dengue.

Em 2020, a cidade registrou nos cinco primeiros meses, mais de 150 casos prováveis de dengue. No mesmo período do ano passado, os apontamentos da doença chegaram a 1.428 casos.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui