João Monlevade não evolui em avaliação do Índice de Efetividade da Gestão Municipal

Cidade de João Monlevade (Bell Silva)

O município de João Monlevade não evoluiu na avaliação do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), divulgado nesta semana pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG). Os dados comparativos são baseados nos anos de 2016 e 2017, com a pontuação de sete áreas da administração municipal: Educação, Saúde, Planejamento, Gestão Fiscal, Meio Ambiente, Proteção das Cidades e Governança em Tecnologia da Informação.

Na comparação dos exercícios 2016 e 2017, a cidade de João Monlevade apresentou Baixo Nível de Adequação na avaliação geral dos quesitos e apenas o índice da gestão do Meio Ambiente evoluiu de um ano para o outro, passando de Baixo Nível de Adequação (C) para Fase de Adequação (C+).

Os índices da Educação se mantiveram em Fase de Adequação (C+). Já a área de Saúde e Governança em Tecnologia da Informação foram avaliados em Situação Efetiva (B). Com Baixo Nível de Adequação (C), estão os setores de Planejamento e Gestão Fiscal.

O IEGM é uma ferramenta que permite aos gestores públicos conhecer a situação de seus municípios e comparar a evolução das políticas públicas. O índice resulta das informações coletadas por meio de questionários enviados ao TCEMG pelos municípios, somados aos dados extraídos do Sistema Informatizado de Contas dos Municípios (Sicom) e dados governamentais.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui