João Monlevade passa a ter recadastramento biométrico

Desde a semana passada, mais 50 municípios mineiros – entre eles João Monlevade – passam a ter o recadastramento biométrico ordinário (não obrigatório). Os eleitores já podem procurar os postos de atendimento da Justiça Eleitoral levando documento de identidade (carteira de trabalho, carteira de identidade, carteiras emitidas por órgãos reguladores de profissão, certidão de nascimento ou de casamento), comprovante de endereço recente e o título de eleitor (se tiverem).

O recadastramento biométrico envolve a coleta das impressões digitais de todos os dedos das mãos do eleitor, além da fotografia e da assinatura digitalizada. O objetivo da biometria é garantir a autenticidade do voto, e ela também é importante para o cruzamento de dados do cadastro nacional de eleitores, já que não existe uma digital igual à outra.

Com o início do recadastramento biométrico nesses 50 municípios, Minas Gerais agora soma 643 cidades com biometria não obrigatória.

Além dos municípios com o procedimento não obrigatório, ainda há os quatro que estão passando por revisão biométrica (obrigatória) – Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia – e mais 80 que já possuem todo o eleitorado cadastrado por meio da biometria. No total, o atendimento biométrico já abrange o eleitorado de 727 municípios mineiros.
Mais informações pelo Disque-Eleitor (148), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui