A manhã desta quinta-feira (22) começou com uma grande operação da Polícia Civil em João Monlevade. Mais de 50 agentes cumprem mandados de busca e apreensão em endereços de uma possível quadrilha envolvida em fraudes em licitação para compra de materiais utilizados no combate a Covid-19.

São nove endereços vistoriados em João Monlevade e outros nas cidades de São Gonçalo do Rio Abaixo e Itabira, onde os envolvidos também agiam.

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha utilizava CNPJ de várias empresas, inclusive de autopeças, para participar de licitações de prefeituras, com foco nos materiais comumente utilizados pelo setor de saúde no combate à pandemia. Assim, os mandados de busca e apreensão visam obter documentos para comprovar a materialidade dos fatos investigados.

A Delegacia Regional de João Monlevade empenhou seu efetivo, em apoio à Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR), subordinada à Divisão Especializada de Combate à Corrupção, Investigação à Fraudes e Crimes contra a Ordem Tributária, do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, sediado em Belo Horizonte.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui