João Monlevade: queimadas não param e entidades divulgam telefone para denúncia

Nos últimos dias dezenas de focos de queimadas podem ser vistos nos quatro cantos de João Monlevade. Numa total falta de respeito com o meio ambiente e com o próximo, o fogo tem se alastrado com facilidade por conta do tempo seco. Dados apontam que de 2018 para 2019, os focos de queimada aumentaram em torno de 40%.

Nessa segunda-feira (22), mais uma vez o mato seco em terrenos entre os bairros Areia Preta e Vila Tanque pegou fogo e foi preciso que a Brigada de Incêndio da ArcelorMittal ajudasse a apagar as chamas. Casos como esse são investigados para checar se o incêndio foi provocado por alguém.

Entidades ligadas ao Meio Ambiente alertam para que as queimadas sejam denunciadas. Para isso, o telefone (31) 9.8766-5067 está disponível para receber informações sobre os focos de incêndio. A identidade do denunciante é mantida em sigilo.

A queimada urbana é crime ambiental e proibida o ano todo. Sanções são aplicadas à pessoas pegas em flagrante colocando fogo em qualquer espaço e são contabilizadas conforme o tamanho da área, volume de lotes e tipo de material queimado.

Nessa segunda-feira (22), focos de incêndio foram registrados entre os bairros Areia Preta e Vila Tanque (Divulgação)
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui