João Monlevade registra queda de 39% nos furtos de veículos

No ano passado foram registrados 75 furtos de veículos de janeiro a setembro (Divulgação)

Os indicadores criminais divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais apontam que os furtos de veículos tiveram queda em João Monlevade nos sete primeiros meses de 2019. De acordo com o levantamento, a queda foi de 39% na comparação com o mesmo período de 2018. Os roubos permaneceram no mesmo patamar.

No ano passado foram registrados 75 furtos de veículos de janeiro a setembro. Já neste ano foram 46 ocorrências. Os roubos no mesmo período nos dois anos chegam a 20 casos.

Diferença entre roubo e furto

O roubo é caracterizado quando há a subtração de um bem, que neste caso é o veículo, mediante uma grave ameaça, violência ou por um meio que diminua a chance de resistência da vítima. Segundo o artigo 157 do Código Penal, a pena para quem é condenado por roubar vai de quatro a dez anos de prisão.

Quando a subtração do bem é feita sem que haja qualquer tipo de ameaça à vítima, o crime é considerado furto. Porém, existem dois tipos de furto: o qualificado e o simples. De acordo com o artigo 155 do Código Penal, para que o furto seja considerado como qualificado, é necessário que haja destruição ou rompimento de obstáculo, abuso de confiança, uso de chave falsa ou mediante fraude. Caso o seu carro seja arrombado e posteriormente levado, essa ação é considerada furto qualificado. Quando não há indícios de ter havido um furto, ele é tido como simples. Sem sinais de arrombamento, nada quebrado ou rasgado.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui