João Monlevade tem o primeiro caso confirmado de Febre Amarela

É importante que a população se previna. Além de tomar a vacina, usar repelente e mosquiteiro

A cidade de João Monlevade tem o primeiro caso confirmado de Febre Amarela. O paciente, do sexo masculino,de 62 anos, deu entrada em hospital de Belo Horizonte e já recebeu alta. Uma equipe da Vigilância em Saúde (Visa) está na casa dele na manhã dessa quarta-feira (21) colhendo mais informações, segundo informou a coordenadora da unidade, Lucimara Guerra.

Anúncios

Além do idoso, outras duas pessoas estão internadas no Hospital Margarida com suspeita da doença: uma adolescente e um homem de 47 anos. O resultado do exame deles ainda não está pronto. Com esses novos casos, João Monlevade terá que intensificar as ações de enfrentamento à doença. Luciamara Guerra divulgou que uma reunião sobre a questão ocorre na parte da tarde de hoje e, provavelmente, haverá vacinação casa a casa nos bairros de João Monlevade. Também deve ser realizado um “Dia D” vacinação nos postos de saúde.

Continue lendo após o anúncio

Região

Também na tarde dessa terça-feira, a Prefeitura da cidade vizinha de Itabira divulgou que a situação da Febre Amarela na cidade é assustadora. Ao todo, são 23 notificações; 1 óbito confirmado; 4 óbitos em investigação; e 19 casos suspeitos aguardando o resultado.

Barão de Cocais também tem situação complicada em relação à doença. O município é um dos mais afetados. Segundo a SES, são nove casos confirmados e quatro mortes. Outra cidade com óbito confirmado é Santa Bárbara. Lá, três pessoas morreram por Febre Amarela. São 24 casos ao todo e 15 já confirmados. Também há registro da doença em São Gonçalo (4), Rio Piracicaba e São Domingos do Prata (um em cada, segundo a SES).

No atual Calendário Nacional de Vacinação, a população alvo a ser vacinada contra febre amarela são as crianças a partir dos nove meses de idade, tendo como meta a ser atingida, 95% de cobertura vacinal. Vale ressaltar que, o Estado de Minas Gerais em sua totalidade é área com recomendação para vacinação contra febre amarela desde o ano de 2008.

Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais está em torno de 84,52%. Ainda há uma estimativa de 3.073.262 pessoas não vacinadas contra a febre amarela, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos de idade, que também foi a mais acometida pela epidemia de febre amarela silvestre ocorrida em 2017.

Matéria atualizada ás 10h35 de 21/02/18

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui