Um sitiante morreu carbonizado durante um incêndio em uma mata, na localidade de Serra Negra, Zona Rural da cidade de Ferros na tarde de ontem (18).

O incêndio teve início após a vítima acender um fogão de pedra, improvisado, para esquentar a marmita.

A vítima José Rodrigues Moura, de 81 anos de idade, trabalhava na construção de uma cerca em sua propriedade na companhia de um funcionário.

O empregado contou que chegou a orientar a vítima para que aguardasse até que ele limpasse o local, para evitar incêndio. No entanto, segundo ele, foi ignorado.

O fogo então se alastrou pela vegetação e os dois homens tentaram conter as chamas e cada um foi para um lado. O funcionário teria ficado na parte baixa do terreno e a vítima na parte mais elevada.

O empregado disse que conseguiu apagar o fogo onde estava e foi ajudar o patrão. Como era no horário do almoço, a vítima liberou o empregado para almoçar em casa, mesmo com a área ainda em chamas.

Quando o funcionário estava no sítio, que pertence à vítima, foi avisado por um vizinho que havia encontrado o corpo de José Rodrigues carbonizado dentro de uma vala, de difícil acesso.

Uma ambulância esteve no local com uma equipe médica, mas pode apenas constatar o óbito.

Duas equipes do Corpo de Bombeiros, de Itabira, foram acionadas para apagar o incêndio que se alastrou em uma mata. Os bombeiros conseguiram apagar completamente o incêndio, que ameaçava casas na região, somente durante a madrugada desta sexta-feira.

A Polícia Militar de Meio Ambiente e a Perícia Técnica, da Polícia Civil de Itabira, também estiveram no local.

Parentes da vítima informaram para a polícia que José Rodrigues era hipertenso e fazia uso de medicamentos e que essa, não foi a primeira vez que ele teria colocado fogo na mata.

Após os trabalhos técnicos o corpo da vítima foi removido do local e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), em Itabira.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui