No final de agosto, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) teve o seu plano de ação para execução da Lei Aldir Blanc em Itabira aprovado pela Secretaria Especial da Cultura, órgão vinculado ao Ministério do Turismo.

Com isso, foram liberados para o município R$ 832 mil para serem usados em ações que estimulem o setor cultural, bastante impactado pela pandemia de Covid-19.

O recurso já está disponível em uma conta do Banco do Brasil (BB) — gerada pela plataforma +Brasil exclusivamente para movimentar a verba prevista na Lei de Emergência Cultural.

Dessa forma, a FCCDA dará prosseguimento ao seu plano de ação. A instituição está homologando os cadastros realizados pelas empresas e espaços culturais que desejam receber o subsídio mensal para custeio e manutenção das suas atividades. Além disso, publicará em breve uma portaria com as instruções necessárias para o recebimento desses recursos, assim como a listagem de todas as entidades habilitadas na Lei Aldir Blanc.

De acordo com a Lei Emergencial da Cultura, os espaços e empresas culturais poderão receber um subsídio entre R$ 3 mil e R$ 10 mil por um período de três meses.

Auxílio emergencial

Também previsto na Lei Aldir Blanc, o auxílio emergencial para os artistas e profissionais da cultura será pago pelo Governo de Minas Gerais. Os interessados em receber esses recursos terão que preencher o Cadastro Estadual de Cultura, disponibilizado pela Secretaria Estadual de Turismo e Cultura.

Podem solicitar a renda emergencial pessoas com atividades interrompidas e que comprovem atuação no segmento cultural nos 24 meses anteriores à publicação da lei por meio de documentos ou autodeclaração, como artistas, produtores e técnicos, também devidamente inscritos em cadastros oficiais do setor.

Elas também não podem possuir emprego formal ativo e nem receber benefício previdenciário ou assistencial, à exceção do Bolsa Família, além de ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos.

Outras informações pelo site www.fccda.com.br ou pelo telefone (31) 3835-2102.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui