Lisca deixa o comando do América Mineiro após sequência de resultados ruins

Lisca deixa o cargo após pouco mais de um ano à frente no clube (Foto: João Zebral / América)

O América/MG comunicou no final da tarde de ontem (14), o fim do ciclo de Lisca como técnico da equipe profissional. Em reunião nesta segunda-feira com Marcus Salum, coordenador futebol clube-empresa, e com a presença de Alencar da Silveira Jr., presidente do Conselho de Administração, Lisca solicitou seu desligamento do comando do time.

Junto à Lisca, deixam também o Clube seus auxiliares diretos Márcio Hahn e Jorge de Lorenzi.

Contratado em 30 de janeiro de 2020, Lisca esteve à frente do América em 82 partidas, somando 40 vitórias, 27 empates e 15 derrotas; 96 gols marcados e 60 sofridos. Além dos excelentes números e o retorno à Série A conquistado na temporada 2020, o técnico entra para a história americana com a melhor campanha do Clube na Copa do Brasil.

Em nota o América agradeceu à Lisca por todos os serviços prestados ao time, juntamente com sua comissão técnica.

O nome do substituto ainda não foi anunciado pela diretoria.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui