Mais 800 alunos serão beneficiados com o Kit Alimentação Escolar

A ação também integra o Plano Emergencial de 120 dias do governo

A Prefeitura de João Monlevade, por meio da Secretaria de Educação, entrega a partir da próxima semana o Kit Alimentação Escolar aos alunos da rede municipal. Os estudantes atendidos passam de 1.600 para 2.400. O aumento de beneficiários é um compromisso da administração municipal em reduzir o número de famílias em vulnerabilidade social no município. A ação também integra o Plano Emergencial de 120 dias do governo.

A secretária municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração Rodrigues Santos, ressaltou que o principal objetivo da prefeitura é manter o fluxo de aprendizagem dos alunos e assegurar a alimentação enquanto estão em casa. “Vamos garantir os Kits de forma contínua, enquanto durar a suspensão das aulas. Os kits são entregues aos alunos matriculados a partir da educação infantil. Fizemos um cruzamento de dados para que mais estudantes fossem beneficiados”, destacou a secretária.

Kit Alimentação Escolar é composto por: 5kg de arroz, 5kg de açúcar, 2kg de feijão carioquinha, 1kg de macarrão, 400g de biscoito, 500g de canjiquinha e 1 frasco de óleo de soja. O representante da família fará a retirada dos alimentos na escola onde o aluno está matriculado. A dinâmica da entrega será divulgada nos próximos dias.

A elaboração dos kits foi feita de acordo com a resolução nº 02/2020, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e tem como base a lei federal n° 13.987/2020 – que autoriza, em caráter excepcional, durante o período de suspensão das aulas em razão de situação de emergência ou calamidade pública, a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Cesta Alimentação

Está em processo de finalização a proposta de fornecer um cartão magnético recarregável às famílias que hoje recebem cestas básicas em João Monlevade. O “Cesta Alimentação” vai substituir a entrega dos alimentos pelo recurso financeiro, será destinado a um grupo inicialmente de 400 famílias e terá o valor de R$ 100 mensais. Ressaltando que hoje, cerca de 300 famílias recebem cestas básicas de R$ 82,20. Além de aumentar o número de beneficiados, o recurso também terá um aumento de mais de 20%.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui