Mais dois homens foram presos na manhã de ontem (21), na cidade de Santa Bárbara suspeitos de integrarem quadrilha especializada em furto de ouro nas mineradoras AngloGold e Jaguar.

A ação é fruto do desdobramento da operação Quimera, da Polícia Civil, em que se investiga organização criminosa suspeita de prática de diversos delitos praticados contra as empresa. Foram cumpridos  mandados de prisão e de busca e apreensão nas residências dos alvos investigados.

Os dois suspeitos, que trabalham na AngloGold, segundo as investigações, teriam ligações diretas com a subtração de ouro e outros delitos na área operacional.

 

A Operação Quimera foi deflagrada no início do mês de julho. Na época foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão nas cidades de Santa Bárbara, Barão de Cocais e João Monlevade, além de Belo Horizonte.

O resultado foi a apreensão de uma sacola com dezenas de pepitas de ouro (com teor estimado de 90 a 95% de pureza); R$ 40 mil em dinheiro vivo; rádio comunicadores; 23 veículos (sendo alguns de luxo); dois detectores de ouro; carpetes; e substâncias e equipamentos utilizados no processo de apuração de ouro.

Segundo o delegado Domiciano Ferreira Monteiro de Castro Neto, chefe da operação, os suspeitos tinham acesso a dados restritos das equipes de segurança das mineradoras.

Publicidade

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta para Retrospectiva agosto | O Popular Cancelar resposta

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui