Menina de 12 anos é estuprada por 22 homens durante sete meses

Uma garota de apenas 12 anos foi estuprada por pelo menos 22 homens por sete meses na cidade de Chennai, na Índia. Dentre os agressores haviam seguranças, encanadores e ascensoristas. A garota tem deficiência auditiva e era constantemente ameaçada para que não contasse nada às autoridades.

Dos criminosos, 18 foram presos acusados de estupro, tentativa de homicídio e intimidação. A polícia indiana ainda busca os demais envolvidos no caso. Os casos foram registrados em um condomínio em Purasawalkam, local onde a jovem residia.

Segundo as autoridades, os agressores sedavam a garota com drogas injetáveis e ainda filmavam os atos. A garota foi ameaçada de ter os vídeos divulgados caso denunciasse os abusos. De acordo com o Indian Times, o pai da garota trabalhava o dia todo e a mãe achava que ela estava brincando com as amigas.

“Isso se prolongou até que a menina compartilhou com sua irmã e uma colega os abusos que vinha sofrendo”, relata um policial ao India Times. “A irmã informou os pais, que levaram o caso à polícia feminina Ayanavaram”, relata.

O primeiro homem a estuprá-la foi o ascensorista Ravi, de 66 anos. Passado três dias, o agressor trouxe outros três amigos. Com o passar do tempo, outros homens começaram a participar das agressões constantemente.

“Ravi pegava a criança tão logo ela chegava da escola na van escolar e a levava para o porão, para banheiros, para o terraço ou a sala de ginástica, onde ele e seu cúmplices a estupravam”, conta o oficial ao India Times. “Muitos dos apartamentos estavam desocupados, então os agressores tinham poucos obstáculos para cometer o crime”.

Com Reuters

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui