Menina de 13 anos acusa o cunhado de estupro; caso é investigado

A polícia de João Monlevade investiga uma denúncia de estupro envolvendo uma menina de 13 anos e o cunhado dela, de 32 anos. O abuso sexual teria ocorrido no último domingo (29), mas só foi informado aos policiais nessa segunda-feira (30).  Uma equipe de militares foi até ao Hospital Margarida, em João Monlevade, por volta das 19h, para registrar a ocorrência. O homem foi detido e negou o crime.

O irmão da menina foi quem a levou ao hospital. Para a polícia, o homem contou que a jovem chegou, no domingo à noite, com o suspeito do crime em sua casa. Os dois vinham de Vargem Linda – distrito de São Domingos do Prata. Ele desconfiou do comportamento da irmã, que chorava e estava calada. A esposa do rapaz então pediu para conversar com a adolescente, que relatou dores na região genital. Ela apresentava sangramento na vagina.

Aos policiais, a jovem disse que estava em Vargem Linda com o suspeito e teria se sentido mal depois de tomar um refrigerante. Ela e o homem então entraram num ônibus sentido a João Monlevade e desceram num ponto na região do bairro Cruzeiro Celeste, perto de um supermercado. O suspeito então teria oferecido água para a menina. Depois disso, a jovem alega não se recordar dos fatos. Ela afirma ainda ter sentido dores na região genital ao tomar banho. Ainda em depoimento aos policiais, a moça contou que o cunhado tocou em seus seios por outras quatro vezes.

A equipe policial também foi até a casa do homem acusado de estupro. O suspeito disse que estava em Vargem Linda com a garota e na volta para casa eles desceram em um ponto de ônibus no bairro Sion. Ao levar a jovem até a residência dela, perto do bairro Santo Hipólito, a garota teria lhe pedido um beijo. Ele disse que beijou a jovem e depois os dois tiveram relação sexual. O homem foi levado para a Delegacia de Polícia para esclarecer os fatos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui