Minas Gerais inaugura primeiro Centro Socioeducativo do Sudoeste do Estado
O Governo de Minas Gerais inaugurou nesta quinta-feira (3), em Passos, no Território Sudoeste, o primeiro Centro Socioeducativo da região para a internação de adolescentes em conflito com a lei. O investimento do Estado para melhoria e retomada das obras, paralisadas em 2014, foi de aproximadamente R$ 2 milhões. A capacidade de atendimento é de 40 jovens do sexo masculino de até 21 anos.

Anúncios

O prédio onde funcionará o Centro Socioeducativo foi adaptado para atender às diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). A unidade conta com oito alojamentos e três salas para oficinas, além de abrigar a Escola Estadual Neca Quirino. Paralelo ao ensino regular, os adolescentes participarão de oficinas de orientação profissional, esporte e cultura, além de acompanhamento pedagógico.

Continue lendo após o anúncio

 

As atividades socioeducativas, coordenadas pela Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), serão realizadas por uma equipe multidisciplinar com atendimento integral, mesclando atividades culturais, esportivas, profissionalizantes, escolares e artísticas. Os profissionais que irão trabalhar na unidade passaram por uma capacitação no final de 2017 para atuar na área técnica, administrativa e de monitoramento dos adolescentes.

 

Diferencial

Até então, os adolescentes da região em conflito com a lei eram encaminhados para os Centros Socioeducativos de Divinópolis, Juiz de Fora e Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo avaliação da Suase, quanto mais próximo de seu domicílio o adolescente cumprir suas medidas socioeducativas, maior será a possibilidade de alcançar o objetivo da ressocialização. A proximidade dos parentes e do local de residência é também uma orientação do ECA.

A Subsecretaria de Atendimento às Mediadas Socioeducativas é responsável hoje por 36 unidades, sendo 24 Centros Socioeducativos de Internação, 11 casas de semiliberdade e um Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH).

Todos os Centros Socioeducativos do Estado possuem escolas e contam com o ensino integral, além de fornecerem cursos profissionalizantes, atividades esportivas, oficinas de arte, cultura e lazer, regularmente.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui