Motoristas são flagrados em blitz da “Lei Seca” durante Carnaval

A operação integrada flagrou 45 motoristas pelo teste do bafômetro, que acusa valores superiores a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido

Durante o Carnaval, em operação da Polícia Rodoviária Estadual (PRV) e Polícia Militar, vários motoristas foram pegos em ‘blitz da Lei Seca’, nas estradas de cidades da região do Médio Piracicaba. Dirigir sob efeito de álcool ou substâncias psicoativas, segundo o artigo 169 do Código de Trânsito Brasileiro, é crime e configura como infração gravíssima. O condutor é autuado, pode pagar multa e até mesmo ter o direito de dirigir suspenso por um ano.

Num dos casos, por volta das 16h50, do último domingo, dia 26, na MGC 120, KM 481, em Nova Era, um motorista de 35 foi flagrado. Ele dirigia um Fiat Punto, com o filho de seis meses sem a cadeirinha. O homem, segundo os policiais, apresentava suspeita de ter bebido. Ele se recusou a realizar o teste do bafômetro, mas afirmou que durante o dia, quando roçava sua propriedade, havia ingerido bebida alcoólica. Ele acabou detido.

Em Santa Bárbara, no dia anterior, um outro homem de 36 anos, também f oi detido. Ele trafegava pela MG 129, num Corsa, quando foi abordado pelos policiais. Durante a fiscalização foi constatado que o condutor apresentava olhos avermelhados, fala desconexa e hálito etílico. Questionado acerca do uso de álcool, o motorista relatou que consumiu cinco garrafas de cerveja.

Ele foi submetido ao teste com o uso do etilômetro sendo realizados os testes que constataram 0,64 mg/l, configurando crime. Diante do exposto foi dada voz de prisão em flagrante ao condutor. O veículo não estava com os pneus em condições mínimas de segurança (totalmente carecas) e também foi apreendido.

Na madrugada de segunda-feira (27), um terceiro motorista foi flagrado também dirigindo sob influência de álcool. Dessa vez a detenção ocorreu na MG 123, KM 41, em Alvinópolis. Um homem de 59 anos dirigia um Citroen/C3, quando abordado na blitz e apresentou sinais que de poderia ter ingerido substância alcoólica. Ele fez o teste do bafômetro que comprovou a ingestão de álcool e foi detido.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui