A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu mandado de prisão preventiva, nesta segunda-feira (29), em João Monlevade, contra A.T.X. Ela é investigada por promover em sua residência uma festa com menores de idade, regada a drogas e bebidas alcoólicas.

A Delegacia de Mulheres da Comarca de João Monlevade instaurou inquérito para apurar a conduta da mulher. Concluídas as investigações, a autoridade policial representou pelos mandados.

Imagens de adolescentes que teriam participado da “festa” foram divulgadas em redes sociais. Em dois vídeos, os menores de idade apareciam nus ou seminus. Eles foram gravados pela própria investigada, em seu aparelho celular. O filho dela aparece na filmagem e pede para a mãe parar o registro.

A.T.X afirmou ser proprietária de um bar, no local dos fatos, e foi indiciada por divulgar e produzir cenas de sexo e conteúdo pornográfico envolvendo adolescentes.

Policiais civis deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão na residência da dela, localizada no Bairro São João. No local foram apreendidos alguns dispositivos de informática que poderiam armazenar imagens com conteúdo pornográfico envolvendo adolescentes.

O inquérito foi concluso e remetido a justiça. A.T.X. foi indiciada pelos crimes de corrupção de menores e crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui