Licitação para contratar empresa que seria responsável pela realização da Cavalgada de João Monlevade foi frustado (Foto: Kátia Passos)

Nenhuma empresa se interessou pela realização da Cavalgada de João Monlevade e a licitação que ocorreu na manhã desta quinta-feira (17) foi fracassada. A alegação é a falta de tempo hábil para organização, divulgação, obtenção de licenças e aval do Corpo de Bombeiros para realizar a festa que ocorreria de 7 a 10 de setembro.

Apenas uma empresa da região do Médio Piracicaba, a AGN Eventos, demonstrou interesse pela festa, mas não protocolou documentação para participar do processo licitatório. Com a anulação da licitação e a falta de recursos financeiros por parte da administração municipal, João Monlevade fica sem Cavalgada pelo segundo ano consecutivo.

A presidente da Fundação Casa de Cultura, Claira Ferreira, lamentou o fato. “Ficamos triste pelo não comparecimento de empresas interessadas em realizar o evento. Até teve a presença de uma empresa da região, mas que alegou questão técnica para não realizar a festa por falta de prazo. O município vem há vários meses, desde o início do mandato da prefeita Simone Moreira (PSDB), tentando encontrar uma solução para realização da Cavalgada devido a dificuldade financeira, que não só João Monlevade enfrenta, mas todas as cidades. Vemos que na região poucas cidades estão realizando cavalgadas e quando fazem são eventos de menor porte porque a situação financeira do país não vem permitindo a liberação de vultuosos recursos para esse tipo de evento. A empresa que compareceu explicou essas questões. Eles não protocolaram envelope e o processo frustrou por esse motivo. Vamos trabalhar para que no próximo ano possamos fazer evento bacana e voltar com tradição da Cavalgada para João Monlevade”, explicou Claira.

A Prefeitura de João Monlevade não deve lançar outro edital para a festa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui