Um crime bárbaro chocou a população da cidade de Guaraciaba/MG, que fica a 160 quilômetros de João Monlevade, por volta das 4h da madrugada desta quinta-feira (21), onde um neto matou a golpes de machado a avó dele, de 91 anos.

Segundo a Polícia Militar uma testemunha contou que chegou à comunidade de São Mateus para buscar um paciente para a fisioterapia, e ao chegar percebeu que a mãe do paciente  estava chorando e ao perguntar o motivo, foi informado que uma senhora conhecida como “Tita de Zé Idelfonso” havia sido morta dentro de casa.

Quando a testemunha foi a até a casa para verificar se alguém precisava de ajuda, deparou com o neto da vítima, de 52 anos, que teria informado que dois motoqueiros chegaram à residência e mataram sua avó.

Ao chegar ao quarto da idosa deparou com seu corpo sobre a cama com muito sangue pelo local, com a cabeça esmagada e um pedaço de pau sobre a ela.

Em um varal haviam peças de roupas manchadas de sangue. O suspeito alegou que havia matado algumas galinhas e por isso as roupas estavam sujas.

Quando os militares chegaram ao local, o suspeito repetiu a versão contada para a testemunha, mas depois acabou confessando a havia matado a cachorra e também a avó dele a machadadas e que “o demônio que mandou fazer tal ato”.

Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui