Reuters

Zuckerberg quer vender 99% das ações para investir em projeto filantrópico
LLUIS GENE / AFP

Anúncios
Zuckerberg quer vender 99% das ações para investir em projeto filantrópico

Acionistas do Facebook aprovaram proposta de criar uma nova classe de ações sem direito a voto, medida com o objetivo de permitir que o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, abra mão de suas ações sem perder controle da companhia fundada por ele.

Continue lendo após o anúncio

LEIA MAIS: Conselho do Facebook quer limitar poder de Zuckerberg caso ele saia da empresa

O plano da companhia de emitir duas açõesClasse C” para cada ação Classe A e Classe B detidas por acionistas, no que é, na prática, um desdobramento de ações, foi aprovado por acionistas do Facebook na assembleia geral da companhia nesta segunda-feira (20).

LEIA MAIS: Snapchat ultrapassa Twitter em número de usuários

Como funcionam as ações Classe C

As ações Classe C serão negociadas publicamente sob um novo código. Zuckerberg havia afirmado em dezembro que pretendia colocar 99% de suas ações no Facebook em um novo projeto filantrópico com foco em potencial humano e igualdade.

A criação das ações Classe C permitiria que Zuckerberg vendesse as ações sem direito a voto, mas mantivesse as ações votantes Classe A e Classe B que permitiriam a manutenção do controle do Facebook.

Zuckerberg planeja comandar o Facebook “por um período muito longo”, disse o presidente-executivo de 32 anos a acionistas. Acionistas também aprovaram a continuação do mandato de todos os oito membros do conselho, incluindo o investidor bilionário Peter Thiel, que estavam concorrendo à reeleição.

O Facebook anunciou o plano de criar a nova classe de ações sem direito a voto em 27 de abril. A aprovação do plano era praticamente certa já que Zuckerberg controla a empresa.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui