Enfrentamento: instituição hospitalar passará a contar com dez novas unidades de tratamento intensivo voltadas exclusivamente para atendimento a infectados pelo coronavírus

O sistema de saúde público de Itabira ganhou importante reforço nesta terça-feira (26), com a inauguração de novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) destinados ao tratamento contra a Covid-19. Serão dez novos leitos no Hospital Municipal Carlos Chagas, sendo que seis já estão aptos a receber pacientes desde já e outros quatro estarão liberados nos próximos dias.

Para a utilização dos novos leitos, as unidades intensivas convencionais foram levadas para o andar inferior do HMCC, onde havia leitos de enfermaria desativados no fim do ano passado. As UTIs para atendimento a casos de Covid, então, foram instaladas no andar superior da instituição. Com a mudança, a Prefeitura dobra a capacidade de resposta emergencial no Carlos Chagas. Até então, eram 10 UTIs para infectados no hospital municipal.

O HMCC já possui equipes contratada para a operação dos novos leitos ativados. Durante um rápido evento de inauguração, pela manhã, o prefeito Marco Antônio Lage destacou a velocidade com que os leitos foram preparados e elogiou a estrutura montado no Carlos Chagas. Para o chefe do Executivo, os novos leitos significam um maior conforto para os itabiranos na luta contra a pandemia do coronavírus.

“Temos observado uma escalada de casos em janeiro. A curva de novos casos em Itabira mostra um aumento de aproximadamente 180% de outubro para janeiro. Muita coisa em quatro meses. O movimento nas enfermarias e UTIs acompanhou essa elevação, o que nos causou preocupação. Então, tomamos essa decisão de ampliar a nossa rede de atendimento, o que nos confere um respiro maior nessa batalha que tem causado tanto sofrimento mundo afora”, declarou o prefeito.

A secretária municipal de Saúde, Eliana Horta, lembrou que Itabira segue na onda amarela e que um dos critérios para que o município evolua para a onda verde é justamente a disponibilidade de unidades intensivas com respiradores. “Estamos fortalecendo o nosso sistema e tornando a nossa cidade mais preparada para atender a população. Seguiremos tomando as ações necessárias para reduzir nossos índices e conseguirmos avançar para um cenário mais tranquilo em Itabira”, comentou a secretária.

Diretor clínico do HMCC, o Rogério Mansuto também destacou a velocidade na montagem dos novos leitos no hospital. O profissional ainda citou a vacinação já iniciada contra a Covid-19 e pediu que a população continue tomando os cuidados necessários. “Estamos ampliando nossa capacidade de atendimento, mas não queremos usá-la. A vacina começou a chegar aos brasileiros, ainda que lentamente, mas todos precisam manter a atenção redobrada com aquelas medidas de prevenção que todos já conhecemos”, alertou.

Mais medidas

Os novos leitos de UTI para atendimentos no Carlos Chagas fazem parte de um conjunto de medidas que a Prefeitura de Itabira tem adotado desde os primeiros dias de janeiro. A gestão municipal determinou também que ônibus do transporte coletivo somente transitem com passageiros sentados, adotou o escalonamento nos horários comerciais, reativou as barreiras sanitárias e retomou a desinfecção nos pontos de ônibus e prédios públicos.

Outra ação importante é a abertura de diálogo com setores da economia. O prefeito Marco Antônio e secretários já tiveram reuniões virtuais com representantes de bares, supermercados, produtores de eventos, hotéis, escolas e outros segmentos.

“Mesmo vivendo esse momento desafiador, de aumento no número de casos, nós estamos com o olhar voltado para a onda verde. Não queremos, de forma alguma, regredir e ter que paralisar a cidade por completo novamente. Estamos fazendo a nossa parte, adotando as ações que nos cabem, mas queremos contar com o comprometimento da população”, finalizou o prefeito Marco Antônio Lage.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui