O número de microempreendedores individuais (MEI) em Minas Gerais aumentou 19,5% nos oito primeiros meses de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado. Somente entre janeiro e agosto deste ano, o número de MEI no estado cresceu 12%, com um saldo de 137.302 novas formalizações. “O crescimento de registros do MEI ajudou a manter o saldo de abertura de pequenos negócios no estado positivo”, afirma Afonso Rocha, superintendente do Sebrae Minas.

Nos Vales do Aço e Rio Doce, região atendida pelo Sebrae Minas com 121 municípios, a pesquisa apontou um crescimento de 18,9% no mesmo comparativo, com um total de 17.562 novas formalizações. As setes cidades que correspondem as microrregiões contabilizaram os seguintes crescimentos: Governador Valadares (3.311), Ipatinga (2.464), Itabira (1.029), Caratinga (836), João Monlevade (820), Guanhães (240) e Aimorés (162).

Até junho, o índice de abertura de pequenos negócios em Minas Gerais foi de 0,91%. Apenas os MEI registraram uma variação positiva em relação ao ano passado (3,45%). No primeiro semestre, a abertura de microempresas (ME) teve uma variação negativa de 11,92%, enquanto a de empresas de pequeno porte (EPP) caiu 4,36%.

“Tanto as pessoas que perderam seus empregos em razão da pandemia podem estar buscando novas fontes de trabalho e renda, quanto empresários já estabelecidos podem ter optado em se reenquadrar como MEI, para ajustar os negócios a uma nova realidade”, avalia Rocha.

O setor de serviços foi o que registrou o maior número de formalizações entre janeiro e agosto deste ano, com um total de 61.384 novos MEI. O comércio ficou em segundo lugar (35.149), seguido da Indústria (25.086) e da Construção Civil (13.912). As atividades com o maior número de registros são as de cabeleireiros, manicure e pedicure (8.788) e comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios (6.786).

Entre os municípios mineiros, os que tiveram mais formalizações de microempreendedores nos oito primeiros meses do ano foram Belo Horizonte (23.969), Uberlândia (6.805), Contagem (6.399) e Juiz de Fora (4.307). Betim (3.745) e Montes Claros (3.080).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui