Banidos do Brasil desde 1946, os cassinos são muito comuns em vários países do mundo. Algumas distantes, como os Estados Unidos, e outras mais próximas, como o Uruguai, na América do Sul, são exemplos de nações que permitem a prática de jogos de azar. A busca por destinos turísticos ligados ao setor é um dos atrativos aos viajantes brasileiros e também já foi apontada como uma possível solução para incrementar a vinda de estrangeiros para solo tupiniquim. Estimativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Contratuh) projetou que a legalização poderia gerar arrecadação de R$ 15 bilhões a R$ 20 bilhões por ano.

Os jogos de azar online

Uma alternativa aos amantes de jogos de azar é a disponibilização de cassinos online. Com relação a esta prática, não há qualquer restrição legislativa vigente. Uma excelente opção disponível é o BrasilVegas, que pode ser acessado em brasilvegas.com.br. O serviço reúne todos os cassinos online que têm uma licença de jogo válida e oferecem saques rápidos e seguros, não apenas pelo computador, mas também via dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Além disso, todas as opções cadastradas contam com jogos hospedados por empresas pioneiras no mercado. É uma oportunidade de acessar os principais cassinos em qualquer parte do mundo.

Saiba mais

O último cassino a operar no Brasil estava instalado no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Com o encerramento desta indústria, estima-se que, à época, cerca de 40 mil trabalhadores perderam seus empregos. Nos dias atuais, há certa movimentação para tentar reativar cassinos no país, em especial alegando que a justificativa de que os jogos de azar atentam aos “bons costumes” já não seria mais válida. Acredite, esta foi a razão que levou ao fechamento das operações, há mais de 60 anos. O projeto mais recente é de 2008, que propõe a legalização dos jogos de azar, mas segue ainda sem tramitação relevante na Câmara dos Deputados.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui