A Polícia Civil de Minas Gerais realizou, na manhã desta terça-feira (20), a Operação Cerco Digital, com o objetivo de coibir furto de sinal de internet e compra de receptores furtados. Os trabalhos foram realizados em diversos bairros de Itabira, e em Passabém, ambas as cidades localizadas na região Central do Estado.

Na operação, 12 pessoas foram presas em flagrante por ocorrências relativas a furto de sinal de internet, receptação ou distribuição ilegal de sinal de internet. Também foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão, onde diversos materiais foram arrecadados.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Conforme explicou o delegado Paulo Campos, os mandados foram deferidos pela Justiça em investigação criminal que apura a atuação de uma associação criminosa envolvida em furtos de aparelhos receptores de sinal de internet, com a posterior venda destes receptores a clientes. “Os clientes, por sua vez, também faziam a instalação e configuração dos aparelhos para furtarem sinal de internet”, informou o delegado.

Foram realizados levantamentos de diversos aparelhos receptores de sinal de internet de origem ilícita. O objetivo das buscas era recuperar estes receptores de origem ilícita e também constatar a subtração do sinal de internet.

A operação contou com o apoio de diversos policiais do 12º Departamento, da 3ª Delegacia Regional de Itabira, de unidades de João Monlevade, Timóteo, Coronel Fabriciano, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Santa Maria de Itabira, Ferros, além do Instituto de Criminalística.

Material apreendido:

• 12 aparelhos receptores de internet;
• 5 celulares;
• 1 Máquina para cartão;
• 1 localizador de satélite;
• 1 modem tp-link;
• 2 carregadores;
• 1 espingarda de chumbinho;
• 2 grades de antena receptora de internet;
• 2 roteadores;
• 1 antena de captação de internet;

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui