Numa sessão extraordinária agendada para as 16h desta sexta-feira (4), os vereadores de João Monlevade devem votar o orçamento de 2019, que tem previsão de arrecadar R$ 220 milhões. Esta é o primeiro encontro oficial presidido pelo vereador Leles Pontes (PRB) à frente da Mesa Diretora do Legislativo.

A votação do orçamento foi adiada devido a uma emenda ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) que prevê destinação de R$ 1,5 milhão no orçamento para o pagamento de escrituras e documentos de 800 famílias de baixa renda. A emenda tem 13 assinaturas dos 15 vereadores da Câmara e é de iniciativa do parlamentar Gentil Bicalho, do PT. Ela também entra na pauta de votação.

Calendário Legislativo

As reuniões ordinárias da Câmara de Vereadores de João Monlevade retomam no dia 6 de fevereiro. No decorrer do ano serão 44 encontros, com o último previsto para o dia 18 de dezembro.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui