A polícia está à procura de um homem, de 42 anos, suspeito de estuprar sua própria enteada de 16 anos, na manhã do último sábado, 26, no bairro Veneza em Ipatinga.

De acordo com informações, o homem foi denunciado pelo pai da adolescente depois que tomou conhecimento do fato, através da vice-diretora da escola onde a sua filha estuda.

A mulher a procurou relatando que a menor vinha sofrendo abusos sexuais de seu padrasto e diante disso ele acionou a Polícia Militar. A servidora da escola contou que há algum tempo vinha acompanhando a menina e percebeu alguns comportamentos estranhos dela, que sempre procurava se isolar das colegas e se mostrava tensa e com muito medo das pessoas.  A vice-diretora contou ainda que foi procurada pela irmã da adolescente que contou que mais uma vez, ela havia corrido para sua casa e que o padrasto teria abusado dela sexualmente mais uma vez.

Segundo informações, a menor constantemente era ameaçada pelo padrasto, que ele abriu uma conta no Facebook com um nome falso onde postava fotos de seu pênis para a menor e exigia que ela postasse conteúdo erótico para ele tudo isso sob ameaças.

A menor disse ainda que dormia muitas vezes no quarto do casal a convite da própria mãe e do padrasto e que por diversas vezes foi abusada por ele durante as madrugadas, onde ele tocava em suas partes íntimas e às vezes a penetrava Disse ainda que a cerca de quatro anos vinha sendo dopada pelo padrasto todas as noites com uso de medicamentos fortes para dormir, que a deixava sem reação aos abusos do indivíduo.

O padrasto assim que tomou conhecimento que a polícia havia sido acionada, fugiu tomando rumo ignorado. O conselho tutelar também foi acionado, onde uma conselheira orientou que a vítima ficasse na casa da irmã, que ela tomaria as providências cabíveis.

A vítima foi socorrida ao Hospital Márcio Cunha para ser avaliada. Quem souber do caso e tiver alguma informação que ajude a polícia a prender esse indivíduo ligue 181 ou 190 denuncie não precisa se identificar.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui