Um homem de 30 anos é suspeito de ameaçar estuprar a enteada dele de 14 anos de idade.

A mãe da menor foi quem acionou a Polícia Militar da cidade de São José do Goiabal, onde o crime ocorreu, e denunciou o caso.

Segundo relatos da menor para a polícia, há cerca de um ano e meio, sob ameaças, foi morar com suspeito e com a mãe dela. Tempos depois o homem alugou outra casa, onde passou a morar com ela (menor), sozinhos. Disse que nos últimos seis meses eles vinham mantendo relações sexuais, sem seu consentimento.

A jovem disse ainda que no último sábado (23), a padrasto a levou para uma casa abandonada em um lugar conhecido como “Canzal”, zona rural da cidade, onde foi ameaçada e novamente abusada sexualmente por ele. Disse ainda que o homem teria descoberto, através de terceiros,  que ela havia contado tudo que vinha sofrendo para outras pessoas e, por causa disso, passou a ser ameaçada com mais frequência. O homem dizia que se ela fosse embora com seus familiares, iria atrás de cada um deles pois sabia onde moravam.

A menor contou também para a polícia que quando tinha apenas 08 anos de idade, foi estuprada por um tio dela e que o padrasto possuía uma arma de fogo em casa, uma espingarda, que ficava escondida debaixo da cama e era usada para ameaçá-la.

Os militares não conseguiram localizar, o padrasto da adolescente e nem o tio dela para que pudessem contar suas versões sobre o caso, que será investigado pela Polícia Civil.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui