Na noite dessa quarta-feira, 15, o Padre Marco José de Almeida recebeu Moção de Aplausos na Câmara Municipal de João Monlevade. A homenagem é de inciativa do vereador Belmar Diniz (PT), tendo sido aprovada por todos os parlamentares.

A Moção é em reconhecimento do povo monlevadense pelo trabalho que o Padre desenvolve com dedicação em prol das comunidades e pela intensa atuação junto às pastorais e movimentos sociais no município.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Em discurso, Padre Marco agradeceu a homenagem recebida e o acolhimento do povo monlevadense. Ele também relatou que o dom recebido de Deus é para fazer bem ao próximo. “Sinto-me membro da igreja para edificação da mesma, que é o povo de Deus. Do povo para o povo. Nesse momento, devo devolver ao povo de Deus, aos fiéis, amigos, irmãos e todos os Ministérios, serviços e dons que existem do Povo de Deus, o dom que recebi. Não me vejo merecedor (desta homenagem). O que tenho feito é me emprestar e, com todos, procurar fazer o bem”, disse.

Ainda em discurso, Padre Marco falou da crise que o mundo está passando por causa da pandemia. Ele ainda relatou que problemas como a crise economia, a fome e a miséria têm crescido no país. “54% das riquezas estão concentradas em três países: Estados Unidos, China e Japão. No Brasil, a inflação disparou e temos dificuldades em políticas de preservação do meio ambiente”. Ele ainda fez um convite aos três poderes (executivo, legislativo e judiciário) para participarem da 5ª Jornada Mundial dos Pobres, instituída pelo Papa Francisco. Padre Marco sugeriu a criação da Campanha “Monlevade quer viver um Natal do Senhor, sem fome”.

A 1ª Secretária do Centro Comunitário do Bairro Cruzeiro Celeste, Maria de Lourdes Fernandes (Filhinha), fez uso da Tribuna Popular para agradecer aos parlamentares pela aprovação da Moção ao Padre Marco. “O Padre é um referencial para nós da Igreja Católica e para a Pastoral Afro. Ele prioriza as pessoas carentes e excluídas da sociedade, e está sempre próximo da comunidade. Ele tem um diálogo com todos, independente do governo ou crença religiosa”.

O prefeito Dr. Laércio Ribeiro enviou um ofício justificando sua ausência. Em nota, ele parabenizou o Padre Marco pelo trabalho desenvolvido na cidade. “Os feitos do Padre Marco ultrapassam suas atribuições na Paróquia. Prova disso é a Campanha Natal sem Fome, iniciada pela Paróquia de Carneirinhos para ajudar os moradores da Ilha de Marajó. A Campanha extrapolou os limites da cidade e se tornou uma ação diocesana abrangendo todas as cidades que compõem a Diocese Itabira/Coronel Fabriciano”, lembrou.

O vice-prefeito, Fabrício Lopes, também fez uso da palavra para parabenizar o homenageado. “Esta Moção de aplausos é o mínimo que a nossa cidade de João Monlevade pode oferecer neste momento. É um gesto de respeito e gratidão pelo seu carisma, trabalho social, do seu lado popular e pelo seu senso de participação cidadã”, falou.

O vereador Belmar Diniz, autor da Moção, brincou com as palavras e, de maneira carinhosa, homenageou o padre proferindo gírias usadas pelo povo nordestino para falar dos adjetivos do sacerdote. Em seguida, ele trocou os termos para o dialeto falado pelos mineiros, já que segundo ele, muitas pessoas não iriam entender as gírias nordestinas. As expressões destacavam a força de vontade, coragem e o trabalho incansável em prol do próximo realizado pelo Padre Marco. Belmar também usou trechos da bíblia para reforçar a missão do homenageado como sacerdote.

Ainda em discurso, Belmar pediu aos vereadores Pastor Lieberth (DEM) e Marquinho Dornelas (PDT) para abençoarem o Padre. Os parlamentares, que são pastores de igrejas do município, convidaram o público presente para que juntos fizessem uma oração para o homenageado.

Já o presidente da Casa, Gustavo Maciel (Podemos), destacou a importância do trabalho das igrejas neste período de pandemia, Gustavo também falou da atuação do Padre Marco, junto às pastorais. “Eu, como participante da Pastoral Familiar, quero ressaltar o trabalho do Padre Marco com as famílias. Sua atuação na Pastoral e as palavras de reflexão contribuem para fortalecer a todos nós que buscamos a harmonia no nosso lar”, disse.

Biografia

Natural de Fortaleza, Padre Marcos é graduado em Teologia pelo Instituto São Tomás de Aquino (ISTA) Belo Horizonte. Ele estudou filosofia no Seminário da Prainha em Fortaleza. Estagiou na cidade de Ipatinga e em seguida em Rio Piracicaba. Depois, atuou na cidade de Santa Maria de Itabira por um ano e seis meses.

Em agosto de 2012, foi transferido para um trabalho missionário na Prelazia do Marajó, onde permaneceu por dois anos e três meses. Retornou para Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano sendo apresentado como Vigário da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em João Monlevade em 2015. Tomou posse como Pároco no dia 21 de janeiro de 2016.

Em 27 de novembro de 2018, Padre Marco foi anunciado como o novo Vigário Episcopal do Regional II da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano e empossado no dia 19 de dezembro de 2018.

Ele também exerce as funções como membro da diretoria da Carita Diocesana, membro da Comissão do Meio Ambiente da Província Eclesiástica de Mariana, membro do Colégio dos Consultores, membro do Conselho Presbiteral, Assessor da Missão para a Igreja Irmã.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui