Panfletagem alerta para exploração do trabalho infantil em João Monlevade

Entidades que combatem a exploração do trabalho infantil realizaram nessa quinta-feira (13), em João Monlevade, uma mobilização para alertar sobre a questão no município. A região do bairro Carneirinhos e o Loanda foram escolhidos para a entrega de panfletos informativos com dados sobre o trabalho infantil. Na mídia também estavam números de telefone para que sejam feitas denúncias de casos de exploração que envolvam as crianças.

O objetivo da mobilização, segundo a coordenadora Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Cássia Rocha, é conscientizar toda a sociedade monlevadense sobre a importância em eliminarmos o trabalho infantil. “Para isso, conclamamos a todos para que participem. Somente com a efetiva participação e mobilização de todos conseguiremos romper o ciclo vicioso de exclusão social e de pobreza imposto às crianças e aos adolescentes”, disse.

A coordenadora do Cras apontou que a equipe de mobilização foi bem recebida por trabalhadores do comércio, que alertaram sobre a presença de crianças que constantemente têm vendido doces pelas ruas de João Monlevade. “Não compre os produtos. Denuncie para que possamos chegar até às famílias das crianças e fazer o atendimento e inserir os envolvidos em atividades dos órgãos competentes”, alertou Cássia.

“Hoje a criança vende bala, depois o corpo [prostituição] e passa a traficar drogas. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proíbe qualquer trabalho infantil por menores de 14 anos. Tivemos apoio da grande maioria do comércio local. Em João Monlevade, há casos de trabalho infantil em incidência no tráfico de drogas e de vendedores de doces. Façam denúncias. Trabalhar não é coisa de criança. Vamos lutar contra o trabalho infantil”, disse Cássia em uma entrevista concedida a uma rádio local.

Além do Cras, também participaram da ação equipes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Conselho Tutelar e Secretaria de Trabalho Social.

Denúncias podem ser feitas pelo telefone 100. A identidade do denunciante é mantida em sigilo.

Dia Contra o Trabalho Infantil

Após o primeiro relatório global sobre trabalho infantil ser apresentado na Conferência Internacional do Trabalho, em 2002, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), instituiu 12 de junho como o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil. O Brasil aderiu e estabeleceu 12 de Junho também como o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, com a edição da Lei nº 11.542/2007.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui