Participantes do PJ de João Monlevade em 2017

Em 2018, o Parlamento Jovem de Minas (PJ Minas) alcançará sua maior expansão desde o início do projeto. São 154 municípios inscritos, um crescimento de 144,44% em relação aos 63 que participaram da edição deste ano. Em razão disso, o número de polos regionais que abrigam a segunda etapa do projeto deve crescer de 12 para 21, com ao menos um polo em cada um dos 17 territórios de desenvolvimento do Estado.

Projeto de formação política e cidadã de estudantes dos ensinos médio e superior, o PJ Minas é realizado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) por meio da Escola do Legislativo, em parceria com a PUC Minas e com câmaras municipais. Para a gerente-geral da Escola do Legislativo, Ruth Schmitz, o grande desafio em 2018 será manter a qualidade do projeto sem excluir nenhum município.

“Temos que radicalizar o modelo de rede”, explicou Ruth Schmitz, complementando que a intenção é valorizar cada vez mais o processo participativo que acontece nos municípios. “O foco do projeto é o que acontece nos municípios, não na etapa estadual. É nas cidades que as pessoas veem as coisas acontecendo”, afirmou.

O modelo de coordenação para o ano que vem foi apresentado e discutido com os coordenadores municipais na tarde desta quinta-feira (21/9/18). Esses coordenadores são vereadores ou servidores que representam e conduzem os trabalhos em cada município.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui