Passagem aumenta e novos valores entram em vigor no próximo domingo

As tarifas do transporte coletivo em João Monlevade foram reajustadas e entram em vigor no próximo domingo, dia 5 de fevereiro. O decreto que autoriza o aumento foi assinado pela prefeita Simone Carvalho (PSDB) nesta quinta-feira (2).

Com o reajuste, os novos preços são: R$ 3,50 (para pagamento em dinheiro) e R$3,30 (para pagamento no cartão Ensconcard). Já a tarifa social não terá aumento e permanece congelada em R$ 1,00. Esse valor é válido apenas paras as linhas 42 e 43.

Nessa semana o Conselho Municipal de Transportes (CMT) se reuniu a portas fechadas, em sala da Acimon, para discutir a questão. O local do encontro não foi divulgado nem mesmo para todos os conselheiros.

Entre os valores que influenciaram o aumento da passagem em João Monlevade, segundo correspondência enviada na semana passada pela Enscon (detentora do monopólio do transporte na cidade), estão o aumento do preço do óleo diesel, compara de 10 ônibus novos – ao custo de R$ 3 milhões – reajuste do salário dos funcionários da empresa e a inflação acumulada no período.

Tarifa Social não foi negociada

A princípio, era cogitado o reajuste da tarifa social de R$ 1,00 para R$ 2,00. No entanto, a possibilidade gerou repercussão ruim na administração. Com isso, a prefeita Simone Carvalho sequer discutiu a possibilidade do aumento.

Mesmo cara, passagem ainda é a mais barata

A título de comparação, as tarifas do transporte urbano em outros municípios ficaram acima dos valores praticados em João Monlevade. Em Belo Horizonte, por exemplo, o valor é de R$ 4,50. Na cidade de Ipatinga o preço é cobrado é o de R$ 3,80 e na vizinha Itabira a passagem custa R$ 3,65.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui