Pastel de São José é registrado como patrimônio de Nova Era

O famoso pastel de São José agora foi registrado como bem patrimonial, cultural e da cidade de Nova Era. O quitute tem grande importância na constante manutenção do monumento Igreja Matriz São José da Lagoa.

A história do pastel está ligada à campanha promovida pela Casa de Cultura para arrecadar recursos financeiros para restauração do monumento Igreja Matriz São José da Lagoa.

Há 30 anos quando foi iniciada a campanha, várias ações foram desenvolvidas. Em 1991, uma ação tornaria o pastel de São José uma das iguarias mais populares em Nova Era. D. Terezinha Araújo foi a mentora, iniciando uma campanha em que ela confeccionava e comercializava os pastéis, denominado posteriormente “Pastel de São José” de uma maneira simples e que ao longo dos anos agregou valores.

Um grande número de voluntários movidos pela fé e ideais de preservação cultural, se dedicam na confecção e comercialização do Pastel de São José durante os dias de festa na comemoração do aniversário da cidade e do santo Padroeiro São José da Lagoa que acontece de 10 a 19 de março.

Durante o ano, o pastel é vendido toda quarta-feira, depois da missa na Igreja Matriz São José da Lagoa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui