Os consumidores da classe A, por exemplo, compram roupas de cama, mesa e banho no Mundo do Enxoval, enquanto a loja favorita da classe B para esses artigos é a Seller. A classe C prefere a Narciso enxovais

O Ibope Inteligência divulgou uma pesquisa que identifica as marcas preferidas de cada classe social. Chamado de Marcas Varejistas, o estudo contou com 25 mil entrevistas distribuídas por todo o Brasil para identificar o perfil predominante dos consumidores e orientar lojistas e empreendedores sobre o melhor mix de lojas para cada perfil de shopping. As marcas foram organizadas em oito segmentos: moda feminina, moda masculina, calçado feminino, calçado masculino, artigos esportivos, roupas e artigos infantis, roupa de cama, mesa e banho e eletrodomésticos.

Os consumidores da classe A, por exemplo, compram roupas de cama, mesa e banho no Mundo do Enxoval, enquanto a loja favorita da classe B para esses artigos é a Seller. A classe C prefere a Narciso enxovais.

Ao fim da pesquisa ficou constatado que a classe A representa apenas 3% dos domicílios, mas responde por 13% de todo o potencial de consumo do país. Com uma renda média familiar de R$ 20,8 mil, esse é um segmento altamente desejado pelos shoppings. As marcas que mais atraem os consumidores dessa classe são: Mundo do Enxoval, PUC, Le Lis Blanc e Richards.

No caso das famílias de classe B, que representam 40% do potencial de consumo do país e correspondem ao público com maior presença em todos os tipos de shoppings, sejam eles populares ou elitizados, são as lojas de fast fashion que mais atraem esse consumidor.

Uma marca pode ser definida pelos especialistas como uma promessa forte o suficiente para fazer com que um cliente escolha um produto dentre um conjunto cada vez mais diversificado de opções. Esse mesmo conceito pode ser aplicado aos shoppings, cuja imagem é composta pela soma das lojas e marcas que coexistem dentro do seu espaço.

A classe C é um caso à parte por ser um grupo com padrão de consumo bem diferenciado. Alguns shoppings se denominam populares ou voltados para essa classe, mas esquecem-se que há distinções notáveis dentro desse grupo. As famílias desse segmento representam, atualmente, 49% dos domicílios brasileiros e respondem por 31% do potencial de consumo do país. Por se tratar de um grupo grande e diverso, essa classe está dividida em dois grupos: C1 e C2.

Nos shoppings, a presença da classe C2 (renda familiar média de R$1.625) ainda é inexpressiva. Já a C1 (renda familiar média de R$ 2.705) costuma ir ao shopping com mais frequência, mas ainda compra pouco, por conta da renda e porque a maior parte dos shoppings não tem as marcas que esse segmento costuma comprar, que são as que combinam preço com estilo. De acordo com a pesquisa Marcas Varejistas, a marca com maior penetração nessa classe é a Impecável.

 

Fonte: Hoje Em Dia

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui