Fernando Pimentel anuncia melhorias para a saúde e a segurança pública do Vale do Aço
O governador Fernando Pimentel assinou nesta segunda-feira (7), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, despacho governamental determinando ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) que amplie os serviços médico-hospitalares no Território Vale do Aço, por meio de credenciamento do Hospital Márcio Cunha, no município de Ipatinga.

A iniciativa contará com investimento anual de R$ 7 milhões, que serão destinados à melhoria da qualidade dos serviços prestados, proporcionando maior acesso aos serviços de saúde pelos beneficiários assistidos na região. Durante o evento, o governador também assinou despacho para a implantação, em caráter experimental, do plantão regionalizado na delegacia da Polícia Civil em Coronel Fabriciano, durante os fins de semana.

Fernando Pimentel lembrou também que as entregas são frutos das escolhas da população que, durante os Fóruns Regionais de Governo, priorizaram as demandas de cada território.

Outra melhoria é o anuncio do convênio com o Hospital Márcio Cunha, para os servidores daquela região, que agradecem ao senhor porque essa iniciativa atende a uma reivindicação de anos, porque eles necessitam de um tratamento hospitalar de uma alta complexidade e agora não precisam mais se deslocar para receber o atendimento.

O credenciamento mais abrangente irá permitir que a unidade de saúde faça o atendimento em todas as especialidades e pronto atendimento aos usuários do Ipsemg. Só em Ipatinga, existem 4.619 beneficiários da assistência à saúde do Ipsemg. Além disso, há outros 9.667 em mais 16 cidades próximas, conforme o mapa de regionalização da rede consolidado pelo Instituto.

Até então, o contrato previa cobertura para algumas especialidades. A rede de assistência do Instituto na região conta, atualmente, com 65 prestadores de serviços entre hospitais, médicos em diferentes especialidades, clínicas médicas, fisioterapia, exames, laboratórios e atendimento odontológico.

Já a implantação plantão regionalizado ajudará a desafogar a Delegacia de Ipatinga, hoje sobrecarregada pelo acúmulo de demandas nos fins de semana, especialmente de Coronel Fabriciano, município responsável por quase metade dos atendimentos. Os moradores de cidades vizinhas a Ipatinga também ganham com a criação do plantão regionalizado. Atualmente, para se fazer o registro de uma prisão em flagrante em Coronel Fabriciano nos fins de semana, por exemplo, é preciso que vítimas, testemunhas e policiais militares viajem até Ipatinga, o que provoca demora no atendimento. Com a ida de policiais militares para outra cidade, a segurança pública local também fica desguarnecida, situação que será evitada com o plantão

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui