Seguindo propostas apresentadas no Plano Emergencial de 120 dias, que prevê melhorias no trânsito de João Monlevade, o prefeito Dr. Laércio Ribeiro (PT) recebeu na sede da prefeitura entidades para falar sobre o tema.

O anunciado – O trânsito de João Monlevade vai sofrer modificações conforme reivindicação do comércio, empresas e população em geral. Para isso, a Prefeitura de João Monlevade, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Associação Comercial, Industrial e Prestação de Serviços de João Monlevade (Acimon) e o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, Material Elétrico e Eletrônico de João Monlevade (Sime) se reuniram na manhã dessa quarta-feira, 27. As propostas de alterações foram apresentadas também à Polícia Militar e à Polícia Civil.

Na abertura da apresentação das propostas de mudança, o prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT), enfatizou que as alterações são pontuais até que seja feito “um grande projeto para o trânsito de toda cidade”.  Ele também destacou a importância da questão ser discutida em conjunto com as entidades para que todos possam contribuir com a proposta. Já o secretário de Planejamento e vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante) ressaltou que os estudos para melhoria na circulação na região central são feitos desde a transição do governo e visam minimizar os impactos no trânsito. “Queremos fazer uma administração compartilhada e este é o momento de mostrar isso e fazer diferente”, falou.

Semáforos modernos e retiradas de quebra-molas 

Na prática, boa parte do projeto de intervenções no trânsito da região central indica que as alterações feitas pela administração anterior voltem ao que eram antes. A proposta foi elaborada pelo engenheiro de trânsito, José Jaime de Figueiredo Franco, que é responsável pelo Setor de Trânsito e Transporte da Prefeitura (Settran).

Entre outras melhorias, José Jaime destacou o conjunto semafórico moderno com controle digital remoto de tempo e ainda um retorno “em gota” da praça Domingos Silvério para a avenida Gentil Bicalho.

José Jaime explicou ainda que para conseguir fazer com que os semáforos se comuniquem entre si, eles devem ser da mesma marca, informando também sobre a retirada imediata de alguns quebra-molas.

 Vias que sofrerão intervenções:

  • Rua Armando Batista / Av. Wilson Alvarenga
  • Saída da Rua Armando Batista, sentido Av.  Wilson Alvarenga / Av. Getúlio Vargas
  • Praça do Lindinho
  • Retorno – Rua D. Neném do Lindinho; Rua Pio XI; Rua Armando Batista
  • Av. Wilson Alvarenga / Rua Armando Batista
  • Av. Wilson Alvarenga para a Rua Armando Batista / Av. Getúlio Vargas / Rua Geraldo Miranda
  • Rua Hildebrando Santana
  • Rua Hildebrando Santana / Av. Wilson Alvarenga
  • Av. Gentil Bicalho / Av. Wilson Alvarenga
  • Saída da Av. Gentil Bicalho / Av. Wilson Alvarenga
Todo trânsito no entorno da praça do Lindinho voltará ao que era antes

Parceria para aquisição de semáforos 

Apresentado a proposta de alterações no trânsito, o secretário de Planejamento e vice-prefeito, Fabrício Lopes, pontuou que para que as mudanças sejam feitas de imediato, é necessário investimentos para compra de conjunto semafórico. Com objetivo de acelerar a implantação do projeto, o secretário apresentou às entidades presentes, uma proposta de parceria para aquisição dos equipamentos. “Sabemos da morosidade do serviço público devido às restrições e burocracias que a legislação nos impõe. Diante disso, se formos partir para a licitação desses equipamentos, além do prazo, não podemos escolher a marca dos equipamentos e isso faria toda diferença na qualidade do serviço prestado”, explicou Fabrício.

Na oportunidade, ele solicitou às entidades parceria na aquisição desses equipamentos objetivando a implantação imediata do projeto.

Entidades elogiam iniciativa

Os presidentes das instituições presentes elogiaram a iniciativa do governo e ficaram de apresentar a solicitação de parceria aos demais membros da diretoria.  Caso a parceria seja selada nos próximos dias, as intervenções no trânsito devem ser concluídas no próximo mês.

Eduardo Drumond, presidente da Acimon, além de apresentar sugestões, que foram bem recebidas pelo engenheiro de trânsito, elogiou o projeto.  Já Luiz Carlos Valente, diretor da CDL, enalteceu a proposta e a abertura de diálogo entre a sociedade e o governo, ficando também de apresentar a proposta à entidade. Carlos Alexandre Barçante, representante do Sime, além de parabenizar o projeto e a abertura do diálogo, destacou a transparência com que foi tratado o tema.

 Projeto apresentado a vereadores 

O projeto também foi apresentado aos vereadores de João Monlevade em uma reunião realizada no período da tarde. O objetivo foi deixar os legisladores a par das modificações e também ouvir as sugestões da Câmara Municipal, a fim de melhorar o projeto. A reunião também serviu para abrir uma linha de diálogo entre o governo e o legislativo. Os vereadores elogiaram a iniciativa e apresentaram sugestões sobre o trânsito que o chefe do Settran considerou pertinentes.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui