Um homem de 25 anos e outros dois de 19, foram presos pela Polícia Militar de Rio Piracicaba, na manhã do último sábado (6), por porte ilegal de arma de fogo.

Segundo a PM foi procurada pela vítima que contou ter se dirigido até a residência do autor 25 anos, que fica na avenida Dom Joaquim Silvério, no bairro Brumadinho no intuito de conversar com ele a respeito de uma propriedade, que ele alegou ser herdeiro do imóvel. A vítima disse ainda que chamou por diversas vezes pelo autor mas não foi atendido. Por isso decidiu abrir a janela da sala, momento que avistou um dos autores de 19 anos, que levantou-se de um colchão empunhando uma arma de fogo.

A vítima assustou-se e fugiu pelo quintal da casa, momento que ouviu um disparo de arma de fogo.

Quando a vítima registrava o boletim de ocorrência, os militares receberam uma ligação de outra vítima informando que o disparo teria atingido a caixa d’água de sua residência. O projétil, um calibre 38, foi recolhido e entregue para a polícia.

Uma guarnição policial foi até a residência dos envolvidos porém eles negaram que estivessem armados ou terem efetuado algum disparo. Momentos depois um dos autores acabou confessando ser ele a pessoa que efetuado o disparo com um revólver calibre .38, mas que não teve a intenção de atingir a vítima, uma vez que teria atirado para o alto.

Outro suspeito também acabou confessando que na casa havia duas armas, um revólver calibre 38 e outro calibre 32, ambos carregados e que elas estariam escondidas em um matagal, às margens da linha férrea, enroladas em uma jaqueta de couro.

Os militares foram até o local mencionado, realizando uma varredura pela vegetação onde localizaram as armas que foram apreendidas.

Os três homens foram levados para a Delegacia de Polícia Civil para prestarem esclarecimentos ao delegado de plantão.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui