Várias blitzes estão acontecendo na cidade como forma de orientar a população sobre os males causados pelas drogas

Esta sendo realizada em todo o país a “Semana Nacional Antidrogas” que teve início no domingo (19) e vai até a próxima quarta-feira (29).

O objetivo da campanha é demonstrar que é através de ações contínuas e parcerias dos diversos grupos sociais que o consumo de drogas pode ser combatido.

Durante a semana, várias ações estão sendo desenvolvidas pela Polícia Militar em todo o Estado, com blitzes educativas com distribuição de panfletos, palestras em escolas e diversas outras atividades do gênero.

Em Nova Era o comando do Pelotão Especial na cidade, está promovendo a campanha através das blitzes e reuniões em escolas para alertar a população sobre o perigo do uso das drogas, principalmente as ilícitas.

Apesar do destaque dado a outras drogas como crack, cocaína e maconha, o tabaco, embora lícito, é a droga que mais preocupa os especialistas.Divulgação

 

Projetos para liberação da maconha

Desde 2014, alguns projetos de lei tramitam na Câmara dos Deputados com a proposta de liberar a produção, industrialização e consumo de maconha no Brasil. Entre eles, se destacam os dos deputados Eurico Júnior (PV/RJ) e Jean Wyllys (PC do B).

Especialistas garantem que a liberação da maconha, não resolveria os problemas desencadeados pelo tráfico, visto que as questões mais graves estão relacionadas com a venda de cocaína, no que diz respeito a drogas ilegais. As campanhas de prevenção nas escolas e empresas, orientação familiar, diminuição da pobreza, melhoria do acesso aos bens de consumo e projetos sociais de inclusão, são alguns dos fatores que podem contribuir no combate ao uso do entorpecente.

No caso das drogas lícitas, a postura deve ser a de controle mais severo da venda de álcool e tabaco, mantendo a proibição de venda para menores. Além disso, o aumento do preço e impostos e diminuição dos pontos de venda.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui