Três pessoas foram presas por militares da Polícia Rodoviária Estadual, por volta das 13h desta terça-feira, 13, acusadas de terem tentado saquear parte da carga de botijão de gás de uma carreta que se acidentou no km 463 da MGC-120 na localidade de Capoeirana na zona rural de Nova Era.

De acordo com a Polícia Militar, a guarnição de João Monlevade que foi empenhada para o registro da ocorrência, assim que chegou ao local deparou com várias pessoas saqueando toda a carga da carreta. Os criminosos ao avistarem a viatura da polícia saíram correndo, alguns jogaram os botijões na ribanceira, outros largaram na rodovia, mas no meio de toda confusão dois homens e uma mulher acabaram presos.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

No local os militares apreenderam dois veículos. O VW/Voyage GL, no qual havia em seu interior quase dez botijões de gás e o VW/Gol com placas da cidade de Urucânia. Os carros foram rebocados para o pátio credenciado em João Monlevade e os acusados foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil para serem apresentados ao delegado de plantão.

Agressão contra os militares

Assim que chegaram ao local do acidente, os militares do Corpo de Bombeiros de Itabira iniciaram os trabalhos de contenção do vazamento de combustível e várias pessoas aglomeraram ao redor dos militares com intuito de saquear a carga.

Os bombeiros deram ordem para que as pessoas se afastassem devido o risco de incêndio ou até mesmo uma explosão mas alguns delinquentes passaram a insultar e ameaçar os militares. Alguns invadiram a carroceria para cometer o furto de cerca 800 botijões de gás,que chegaram a ser retirados do veículo.

Segundo os policiais, um dos criminosos chegou a agredir uma policial militar, mas na chegada da polícia o homem, que não foi identificado, saiu correndo no meio da multidão e não teve coragem de permanecer para que fosse responsabilizado pelo seu ato covarde cometido contra uma soldado do Corpo de Bombeiros.

A ocorrência dos bombeiros será encaminhada para a delegacia de Polícia Civil juntamente com filmagem onde o autor da agressão aparece, para que o seja identificado, preso e punido conforme a lei.

Fotos: Thalles Benício

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui