Os presos foram detidos em uma mata na região

A Polícia Militar  prendeu no início da tarde de ontem (10), três envolvidos em um assalto a bancos, Sicoob e do Brasil, na cidade de Santa Margarida, onde um policial militar e um segurança do banco, foram assassinados pela quadrilha. Na ação criminosa, outro vigilante e um morador ficaram feridos.

Dois homens também foram feitos reféns pela quadrilha.

Foram presos Wesley Rosa Firmino, 23 anos; Josimar Pereira Rodrigues, 30 anos; e Sirlande da Silva Ferreira, 27 anos. O quarto suspeito Daniel Rodrigues Aguiar, 34 anos, continua foragido e está sendo procurado. Segundo a polícia, eles são da região de Fervedouro, Carangola e Divino e são suspeitos de integrar uma quadrilha envolvida em roubos e explosões de caixas eletrônicos.

O cabo Marcos Marques da Silva de 36 anos foi assassinado em uma calçada, quando tentava evitar a fuga dos marginais. Já o vigilante Leonardo José Mendes foi assassinado dentro de uma das agências bancárias.

Os reféns foram libertados na saída da cidade. Uma mulher e um homem foram atingidos por disparos feitos pelos bandidos, mas foram socorridos e não correm perigo de perder a vida. Ela foi levada para hospital em Carangola e ele para Manhuaçu.

Além dos bandidos presos, a ação policial encontrou três armas calibre 12, uma submetralhadora, dois coletes a prova de balas e muita munição. O dinheiro roubado no Sicoob também foi recuperado. Numa mochila, eles tinham dez latas de feijoada e duas de sardinha, talheres e lanterna. A polícia acredita que eles pretendiam permanecer na mata até que as buscas fossem encerradas.

Um dos coletes apreendidos é parte do material levado num roubo em que foram explodidos três bancos em Caparaó em janeiro deste ano.

O Fiat Toro foi roubado em Betim (na terça-feira passada) e estava com placa clonada de um carro com as mesmas características de Contagem.

ELEMENTOS PERIGOSOS

Sirlande da Silva Ferreira tem 27 anos, que segundo a polícia, é considerado um indivíduo contumaz nas práticas de delitos de diversas naturezas. Segundo a polícia, figura como autor nos registros de Lesão Corporal, Desobediência, Posse/Porte de arma de fogo, acessórios ou munição de calibre restrito e outra de calibre permitido, roubo, extorsão e inúmeras infrações de trânsito.

Josimar Pereira Rodrigues, de 30 anos, é considerado um indivíduo de alta periculosidade pela polícia. Consta como agressivo, violento e com predisposição ao cometimento de quaisquer tipo de delito. Ainda de acordo com a polícia, ele é suspeito em vários crimes como homicídio, roubo, porte/posse de arma de fogo e adulteração de veiculo automotor. Encontrava-se como foragido, pois havia mandado de prisão em aberto para ele.

Foragido

 

O foragido Daniel Rodrigues de Aguiar (foto acima), de 34 anos, é listado pela polícia como peça chave em eventos nos quais precisam utilizar explosivos. É conhecido por sua habilidade em manusear artefatos explosivos e sua função na quadrilha é a de implementar explosivos nos caixas eletrônicos, a fim de facilitar a abertura dos mesmos e ter acesso ao dinheiro.

Com informações: Portal Caparaó

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui