Polícia Civil concluiu investigação de homicídio em Ponte Nova

O homicídio que vitimou Rodrigo da Silva, no dia 21 de novembro passado, no distrito de Pontal, em Ponte Nova, foi solucionado, nesta quarta-feira (26), pela Polícia Civil de Minas Gerais.

As investigações demonstraram que a vítima havia discutido horas antes do crime com Wanderli Rodrigues da Silva (conhecido como “Dedé”), tendo o ameaçado e, por conta disso, o filho de Wanderli, Alancaster Guimarães da Silva, armou-se com duas espingardas e, de tocaia, efetuou contra Rodrigo dois disparos de arma de fogo, um com cada espingarda.

Consta dos autos que a Polícia Militar foi acionada a comparecer ao local, onde encontrou a vítima ainda com vida, encaminhando-o ao hospital. Rodrigo não resistiu aos ferimentos.

A necropsia da vítima evidenciou 20 feridas pérfuro-contusas, sugestivas de entrada de projéteis de arma de fogo, concluindo como causa morte hemorragia abdominal aguda por trauma perfuro-contundente.

Alancaster confessou a autoria, informando que pegou as espingardas por ele próprio fabricadas e subiu à laje da casa do seu pai, de onde efetuou os disparos.

Fonte: Polícia Civil

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui