Polícia Civil deflagra nova fase da Operação “Progresso”

Após quase três meses de intensas investigações, a Polícia Civil de Minas Geras (PCMG) deflagrou, na manhã desta terça-feira (27), mais uma fase da operação “Progresso” nas cidades de Alfenas, Contagem, Itajubá, Montes Claros, Varginha, Paraisópolis, Cristina e Pouso Alegre.

O objetivo da ação policial foi cumprir mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão a fim de desarticular uma organização criminosa com base no estado de São Paulo, com influência em âmbito nacional e voltada ao tráfico de drogas e associação ao tráfico, além de apreender drogas ilícitas como cocaína e maconha.

Delegado Marcus Vinícius Lobo Leite Vieira (Divulgação PCMG)

Segundo um dos Delegados responsáveis pelas investigações, Marcus Vinícius Lobo Leite Vieira, titular da 1ª Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), pertencente ao Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp), o nome da operação remete ao setor dentro da organização criminosa responsável pela distribuição de drogas ilícitas. “De forma conjunta e com inteligência investigativa, equipes de diversos Departamentos de Polícia Civil conseguiram alcançar o objetivo e cumprir os mandados de prisão e de busca e apreensão, o que desarticula um braço importante deste grupo criminoso. Eles trabalham de forma articulada para abastecer o Estado com drogas, mas, também, são responsáveis por outros delitos que serão investigados em outras fases da operação”, ressaltou.

Materiais apreendidos durante a operação

A partir da apreensão de mais de cem quilos de maconha, ocorrida na cidade de Itajubá, em fevereiro deste ano, detectou-se um núcleo da organização criminosa que atuava na região. No decorrer das investigações, após apreensão de mais cerca 34 quilos da mesma substância, foi detectada a presença de outro núcleo que atuava nas regiões de Varginha e Alfenas.

Assim, com a troca de informações e o desenrolar dos trabalhos investigativos, foram presos Pâmela Henrique Alves, de 31 anos, Eduardo Henrique dos Santos, 38, Daniel Pires Pressato, 37, Frannciele dos Santos Vieira, 36, e Adson da Silva, de 24 anos, todos na cidade de Varginha.

Nesta fase, foram presos, na cidade de Alfenas, Ailton Silva Marques Bezerra, de 24 anos, Flávia Cristina de Souza, 38, e Daniel Henrique Vilela, 19, sendo que com Ailton, que já se encontrava preso na Unidade Prisional do município, foi apreendido um celular. Na cidade de Montes Claros foi presa Anna Cláudia Abreu Rocha, de 27 anos, e, em Contagem, foi cumprido mandado de prisão em desfavor de Anderson Lopes Ferreira, de 41 anos, que também já se encontrava preso.

“Anderson, um dos líderes do grupo criminoso, componente da célula conhecida como ‘sintonia geral do Estado’, em Minas Gerais, dava as ordens para o fornecimento das drogas de dentro do Sistema Penitenciário, onde, durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, apreendemos um celular”, explicou Vieira.

Na cidade de Itajubá, durante esta fase, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão temporária, além da condução de dois adolescentes suspeitos de incendiarem um ônibus, em junho deste ano, que transportava funcionários da Empresa Mahle. Foram apreendidas, também, drogas, dinheiro, celulares e um veículo. Os presos são Adriano Willian Siqueira Silva, de 25 anos, Camila de Faria Silva, 36, Rômulo Pontes Gomes, 30, Ana Maria Gonçalves dos Santos, 64, Carlos Jeferson Marcondes, 22, e Douglas Masselli Rodrigues, de 23 anos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui