Polícia Civil implanta Delegacia Especializada de Combate à Corrupção

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) criou a “Delegacia Especializada de Combate à Corrupção” (DECCOR), que estará subordinada à “Divisão Especializada de Combate à Corrupção, Investigação a Fraudes e Crimes Contra a Ordem Tributária” do “Departamento Estadual de Investigação de Fraudes” (DEF). A finalidade da criação será apurar crimes contra a Administração Pública e a Lei das Licitações, objetivando o combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

O Chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegado-Geral Wagner Pinto, comentou sobre os motivos principais da criação da nova delegacia: “Considerando a necessidade de aperfeiçoar o conhecimento em relação às atividades de apuração de infrações penais e do exercício das funções de polícia judiciária; das ações de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, visando ao equilíbrio do sistema socioeconômico e financeiro, atingido pela referida modalidade criminosa; estamos inaugurando esta nova delegacia, a DECCOR”, destacou.

Além da nova delegacia, o Departamento Estadual de Investigação de Fraudes (DEF) contará ainda com a unidade avançada do “Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro” (LAB-LD), como explica o Delegado e Chefe do DEF Agnelo de Abreu Baeta: “O Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) irá contribuir ainda mais com os trabalhos da nossa nova Delegacia Especializada de Combate à Corrupção. Com a criação de ambos iremos conseguir mais verbas, investimentos e pessoal para apurar todos estes crimes que afetam e prejudicam a administração pública. Iremos trabalhar com mais estrutura e composição para combater estas quadrilhas”, finalizou.

Delegado e Chefe da “Divisão Especializada de Combate à Corrupção, Investigação a Fraudes e Crimes Contra a Ordem Tributária”, Domiciano Monteiro

O Delegado e Chefe da “Divisão Especializada de Combate à Corrupção, Investigação a Fraudes e Crimes Contra a Ordem Tributária”, Domiciano Monteiro, ressaltou sobre as expectativas: “Estamos muito satisfeitos com as mudanças que estão sendo feitas. Não temos dúvidas de que este trabalho propiciará melhoras e quem ganhará com tudo isso será a população mineira. Os famosos crimes de “colarinho branco” serão combatidos com mais rigor e precisão”, concluiu.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui