As investigações apontam a utilização indevida de bem público pelo suspeito, quando uma escavadeira e uma motoniveladora

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), no Norte do estado, concluiu inquérito policial e indiciou um atual secretário da Prefeitura de Japonvar pela prática do crime de peculato. As investigações apontam a utilização indevida de bem público pelo suspeito, quando uma escavadeira e uma motoniveladora do município foram flagradas por policiais civis na propriedade rural do investigado.

Os equipamentos estavam sendo usados na preparação de terreno para a construção de um parque de leilões. O trabalho investigativo da Delegacia de Polícia Civil em Brasília de Minas, responsável pela apuração, aponta um prejuízo aos cofres públicos municipais estimado em R$ 5,8 mil, e poderia ter sido maior caso não houvesse a intervenção da PCMG.

O suspeito apresentou cópia de lei municipal que prevê possibilidade de utilização do bem público em situações específicas, porém os requisitos não foram preenchidos pelo secretário, que também é produtor rural. Foi levantado, ainda, que não existiu qualquer contraprestação ao município e há indicativos de finalidade eleitoral.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui