Polícia Civil instaura inquérito para apurar morte em mineradora em Itabira

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) já instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Luiz Gustavo dos Santos, funcionário de uma mineradora em Itabira, fato ocorrido no dia 11 de fevereiro. De acordo com as informações repassadas pela mineradora, o empregado, treinado para realizar a atividade e com os equipamentos de segurança, executava o corte de sucatas quando um pedaço do material se desprendeu e atingiu seu rosto.
A vítima teria sido socorrida com vida ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.  A perícia compareceu à empresa e realizou os exames no local da tragédia. Além disso, a necropsia do corpo foi realizada e os laudos estarão disponíveis em uma prazo médio de 30 dias.
Na próxima semana, as testemunhas serão intimadas para prestar esclarecimentos sobre os fatos.
Segundo a Polícia Civil, somente os laudos periciais poderão esclarecer a possível remoção do corpo, sendo que a retirada para prestação de socorro não configura obstáculo à perícia.
Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui