Polícia Civil prende chefão do tráfico em Minas

Marcelão foi preso no dia 7 e apresentado ontemA Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu o mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas em desfavor de Marcelo Cristian Batista de Souza, de 41 anos, conhecido como “Marcelão” (foto). Ele é considerado uma das principais lideranças do narcotráfico em Minas Gerais e foi preso na quinta-feira (22), no bairro Kennedy, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Delegado Murillo Ribeiro destacou o trabalho realizado pelo serviço de inteligência da PCMG, que conseguiu localizar o suspeito que possui uma extensa ficha criminal. “Ele já foi indiciado pela PCMG pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, homicídio qualificado, extorsão mediante sequestro com resultado de morte. Além disto, foi apontado pela Polícia Civil como o mandante do sequestro de dois filhos de um prefeito no estado da Bahia, no ano de 2003, e apontado como responsável pela morte de um dos reféns que tentou reagir a esse sequestro. Marcelo também possui condenação por tráfico de drogas e homicídio. Essa prisão representa para a PCMG uma desarticulação do crime organizado”, revelou.

Em 2001, enquanto cumpria pena por tráfico de drogas, Marcelo foi resgatado por comparsas em um hospital em Belo Horizonte. De acordo com o Delegado, Marcelo também é investigado pela suposta coordenação dos ataques a ônibus ocorridos na Av. Carlos Luz, no dia 9 de março, em Belo Horizonte. “De acordo com as investigações, Marcelo é apontado como líder do tráfico de drogas na região da Vila Sumaré. Como as apurações também evidenciam uma motivação relacionada ao tráfico de drogas, a PCMG não descarta a possibilidade da participação do suspeito na coordenação desses ataques”, ressaltou.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui